segunda-feira, 25 de agosto de 2008

CHING-LING-LÂNDIA RELOAD!

Interrompemos nossa programação normal para um anúncio de utilidade pública.

(musiquinha do plantão da Globo)

Quem vive em São Paulo deve ter conhecido o Stand Center e o Promocenter, ambos situados na Av. Paulista, apelidados por mim de Ching-ling-lândia, devido aos vastos stands administrados por chinezinhos-né.

Como a maioria também deve saber, Standcenter e Promocenter foram lacrados pela prefeitura no final de 2007, e desde então, minha gente, estava muito dificil comprar acessórios de informática e eletrônicos sem pagar os olhos da cara, a alma, o corpo...enfim...

Eis que esses dias, passeando pela Av. Paulista (Lugar que super gosto, confesso), passei na frente do número 392, colado na estação de metrô Brigadeiro, minha gente, lá descubro o Boulevad Monti Mare, batizado por mim de CHING-LING-LÂNDIA RELOAD!

O lugar muito se parece com o StandCenter, tem 2 andares bem amplos e tudo mais, lá você encontra todos esses acessórios de informática, como pen drive, iPod, mp3 e mp4 player, câmeras digitais, peças de computadores etc.

Assim como no StandCenter, também tem as lojas de ursinhos, de brinquedos, roupas, bolsas, óculos, tabacaria, perfumes e tudo mais....enfim, um mundo de coisas de todo mundo! (by promocenter).

O local é bem novo e ainda tem muitas ludjinhas fechadas por ainda não terem sido locadas, mas o que tem lá hoje já é suficiente pra suprir minhas necessidades tecnologicas, além do mais, o lugar é super novo, e por ainda não ter ganhado "FAMA", está bastante transitável, nada daquele calor de rachar cuca do standcenter.

Mas vamos aos preços, sim, pq eu fiz uma rápida pesquisa:

Chegando no local dei de cara com o Stand 71, no qual cotei Pen Drive de 1GB por R$ 17, 2GB por R$ 25 e 4GB por R$ 55.

Não contente, passei ao stand 50, no qual encontrei ofertas melhores: 4GB por R$40 e 2GB por R$20

Não contente ainda, fui ao stand 59, no qual encontrei preços ainda mais amyghos: 4GB por R$ 35 e 16 GB por R$ 130.

Vasculhando mais um pouco, encontrei o pen drive de 4GB por R$ 30, menos de 10 reau por GB minha gente! Esse preço mais amigável do mundo foi no stand 58.

Conclusão: Duvidando da perspicácia dos transeuntes, as ludjinhas mais perto da entrada sempre cobram mais caro, quanto mais você adentra o lugar, mais o preço vai caindo.

Todos os pen drives pesquisados foram da mesma marca: Kingston.

Comparativo: o Pen Drive de mesma marca de 1GB nas Lojas Americanas custa R$ 29,00. Ou seja, com mais um real, você comprar um pen drive de 4GB no stand 58 do Boulevard. Isso mesmo, 1 real a mais significa e 4x mais espaço, vejam só que incrível, minha gente!

Para as Creuzas de plantão, no stand 144 tem Avon à pronta entrega.

Ficadica crianças.

domingo, 24 de agosto de 2008

Algumas considerações para a humanidade 2.0

Preciso cortar o cabelo, fazer hidratação....mas morro de preguiça de salão, odeio essas tarefas mulézinha.

Só mencionei isso pra dizer que na próxima encarnação quero nascer em uma humanidade CARECA! - seria muito melhor não ter que se preocupar com os cabelos! Claro, a humanidade toda teria que ser careca, não quero ser a única diferente.

Também quero nascer em um lugar onde as mulheres não menstruem, e não tenham pêlos naqueles lugares, pq, né, pleno século XXI e ainda nascemos com esses transtornos biológicos!

Entre outras coisas, não ter o dente SISO também seria perfeito! Eu sei, as pessoas mais evoluidas já não tem esse dente...mas eu tenho, os 4, esses malditos, tentando estragar minha arcada dentária que custou 10 anos usando aparelho até ficar perfeita. Na próxima encarnação, definitivamente eu não quero ter esses plugins - Não instale esses plugins em mim, papai do céu, não instale!

Seria bom também se as sobrancelhas já nascerem com um design perfeito, pra não termos que ajustar toda semana. - Mãe natureza, desenvolva esse plugin urgente vai, já temos tanta coisas pra nos preocupar, a senhora bem que podia colaborar, não?

Ah sim, eu ia me esquecendo, favor também retirar as cutículas na versão humanoide 2.0, please!

Acho que é só isso.

E vocês, que atributo de fábrica gostariam de acrescentar ou retirar?

sábado, 23 de agosto de 2008

Novo Layout

Afobada que sou, já troquei o layout de novo!

Alguém pode me dizer se a barra lateral direita está abrindo corretamente no Internet Explorer? Pq aqui só está funcionando com o Firefox....chuinf.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

O Brilho Eterno de uma Mente sem Lembrança

Você percebe que a memória não ta bem quando vai trabalhar de ônibus, mas na hora de ir pra casa, bate lá no estacionamento e faz o moço ficar procurando seu carro inutilmente. Sim, fiz isso na última sexta-feira. Mas não me condenem, é o hábito de ir de carro todos os dias.

Não pensem que isso é uma coisa "anormal", conversando com amigos, um deles me contou que foi trabalhar de carro e voltou de fretado. O outro estava no ponto esperando o ônibus, olhou pra um carro estacionado na rua e achou muito parecido com o dele...tão parecido que....era realmente o dele.

Senti que a coisa estava ficando feia mesmo quando deixei a bolsa no laboratório da faculdade, e só percebi quando fui pegar o bilhete único pra pagar a passagem no ônibus e pensei: "Pérae, onde ta o bilhete único? - Na Bolsa - E onde ta a bolsa? ONDE ESTÁ A BOLSA MEO DEOS?! Sorte que eu estava com um amigo, ele pagou minha passagem e voltamos os dois correndo pra faculdade pra procurar a bolsa....sim, achei, e sim, nada foi roubado.

Isso foi quando eu cursava engenharia, fiquei tão zureta das idéias que também me lembro de ter esquecido um livro (caríssimo) da biblioteca da faculdade no caixa eletrônico, percebi só enquanto dirigia em plena Av. Paulista....lá volto eu pra procurar o livro - é claro que primeiro procurei na faculdade, depois no estacionamento, pra aí sim lembrar que ele ficara no caixa eletrônico. Triste, eu sei.

Algum tempo depois, eu lia O código Da Vince, aquele do Dan Marron, sabem? e no auge da leitura esqueci o livro no banheiro da faculdade, mas recuperei nos achados e perdidos.

Perda irreparável mesmo e que me deu mais réiva foi quando perdi um pé da minha sandália preferida.
Como eu fiz isso? Tinha um tênis velho que ficava dentro do meu carro, só pra dirigir, pois uso muito sandália e salto, e sabemos que é contra a lei dirigir com esse tipo de calçado.

Cheguei no shopping, tirei o tênis, coloquei a sandália...na hora de sai, tirei a sandália, deixando um pé no estacionamento do shopping, e coloquei o tênis...A bichinha ficou lá. Como desgraça é pouca bobagem, eu não ia direto pra casa, ia encontrar com uns amigos....chegando lá no boteco, estacionei, mas hora de descer do carro, cadê minha sandália? procurei de toda forma, chegando á conclusão que ela realmente ficara no estacionamento do shopping. Eu toda arrumadinha, não dava pra sair em publico com aquele tênis, ia parecer uma jeca, voltei pra casa né? com a maior cara de bunda do mundo.

Legal também é que sempre que saio do carro acabo voltando pra confirmar se realmente travei a porta (sabe como é, pobre não tem trava elétrica no carro).

Belo dia eu estava convicta de ter travado a porta! fui fazer minhas compras feliz e saltitante, na certeza de ter deixado a porta do carro realmente trancada. Quando voltei, qual foi a minha surpresa? A porta realmente estava trancada, mas o vidro estava aberto...

Gentem, sinto vergonha de mim nessas horas.

Eu ia falar mais alguma coisa, mas fica pra outra hora, pq já me esqueci o que era.