sexta-feira, 30 de julho de 2010

ser saudável não é fácil

Tô tentando ter uma alimentação mais saudável, sabe? Mas o mundo conspira contra.

Hoje: acordei, desci as escadas cambaleando pra tomar meu café, da escada já senti aquele cheiro de "panela assada", o que era? minha mãe fazendo pão na chapa.

ok.

Fazer um sanduiche de pão de forma 7 grãos e blaquet de peito de peru X pão na chapa prontinho me esperando.

Pão na chapa ganhou. Até porque, pqp, esses pães com grãos são horríveis e eu não aguento mais ver peito de peru na minha frente.

E acabei de comer um pacote de trakinas.

Beijos, liga pro meu bucho.

domingo, 25 de julho de 2010

Sonho sem pé nem cabeça - Ou: João do Mármore

Essa noite sonhei que meu pai me pedia pra ir em algum lugar fazer alguma coisa do trabalho dele que ele não poderia fazer. O que não faz o mínimo sentido, pq eu não entendo PN do trabalho dele.

A pessoa que ia com meu pai, que seria o cliente do meu pai, me buscou em casa em uma kombi. Antes do sujeito chegar, básico, não conseguia escolher a roupa e saí me achando bizarra.

O sujeito passou na minha casa e me levou numa kombi. Sentamos em um banco de frente para o outro, logo, suponho que também tinha um motorista.

Ele conversava comigo como se me conhecesse há anos, a única coisa que passava pela minha cabeça era: Da onde raios eu conheço esse cara? em que merda meu pai me enfiou?

Pensei, pensei, pensei. Até que lembrei vagamente, ele se parecia com o João do Mármore

(saindo do mundo dos sonhos, meu pai conhece um tal João que tem uma loja de mármore, mas tipo, não o vejo há mais de, sei lá, 10 anos...pq sonhei com ele? eu heim).

Finalmente chegamos ao lugar onde o João do Mármore me levaria. Bom, na entrada estava escrito em letras grandes: "ACACA", esse era o nome de lugar.

Esse lugar tinha várias crianças que passavam o dia lá, pintando, brincando, tendo atividades...tinha uma área reservada para que as crianças fizessem desenhos em quadrados do chão, e muitas era tão taletosas, haviam alguns desenhos lindos!
Me lembrou o Céu da dona Marta Suplicy, só que era bem maior. Comentei isso com o João do Mármore e começamos a falar de política.

Depois João me levou para uma área que parecia um salão de festas, na verdade era um salão de festas, mas a festa ainda não havia começado. A coisa estranha disso tudo: todos os pratos, docinhos e etc estavam no chão! Isso mesmo.

João andava abraçado comigo naquele lugar e andando bem rápido. Eu dizia:

- Cuidado, não quero pisar dos docinhos!!!

Passado um tempo ele me perguntou:

- Você prefere headset ou fone normal?

Não entendi lhufas daquela pergunta, pedi pra ele explicar..

Ele disse:

- Essa foi a deixa, mas você não pegou ainda. Você prefere ir pra Itália ou ficar trabalhando?


FIM
-----------------


Alou? Não briguem comigo pelo desfecho. Eu avisei que era sem pé nem cabeça.